<<< Ta ficando velho... Hein!!! <<< Meu Amigo(a), você que fez parte da geração anos 2000, 90, 80, 70... não deixe que nossas lembranças sejam esquecidas!!! <<< Indique/Recomende este Site para seus Amigos(as), e deixe que eles também voltem ao passado e se divirtam!!! <<< Participe de nosso Fórum de discussão, em nosso Site/Comunidade no Facebook postando suas fotos e vamos relembrar, com outros internautas, nossas lembranças!!! <<< Assine também nosso Livro de Visitas e deixe seu Recado. <<< BOA NAVEGAÇÂO !!!

Vamos relembrar: Armação Ilimitada, Agente G, Arca de Noé, Arrelia, Balão Mágico, Bambalalão, Bozo, Capitão Furacão, Casa de Brinquedo, Capitão Aza, Cocoricó, Cometa Alegria, Curumim, Crush, Comandos em Ação, Circo Bombril, Do Ré Mi Fá Sol Lá Simony, Domingo no Parque, Doutor Cacareco, Falcon, Fuzarca & Torresmo, Garoto Juca, Gente Inocente, Gincana Kibon, Globinho, Globo Cor Especial, Gurilândia, Propaganda do " meu 1º sutiã ", Clube da Criança, Pirucóptero, Amendocrem, Biscoitos Monstrinhos Creck, Grupo Metrô, Hugo Game, Ciclone, Magazine, Lupu Limpim Clapla Topo, Mariane, João Penca e seus Miquinhos Amestrados, Ferrugem, Aracy de Almeida, Palhaços Atchim e Espirro, Cometa Halley, Álbuns de figurinhas do Amar é, Revistas de pintar com água, He-man, Thundercats, Viva Noite, Fofão, Jaspion, Changeman, Espectroman, Jiraiya, Sharivan, Sinhozinho Malta, Chips, Filmes do Jerry Lewis, Tênis M2000, Montreal, Ki-Chute, Iate, OP, Cairê, Mini-engradados de Coca Cola, Caloi 10, Canetas de 10 cores, Ferrorama, Autorama, PogoBall, Geleca, Creme Rugol, Loira do banheiro no Colégio, Glub Glub, Plunct Plact Zuum, Rá Tim Bum, Zas-Trás, Topo Gigio, Show Maravilha, Teatrinho Trol, Tia Gladys, Tv Colosso, Uni Duni Tê, Vila Sésamo, Xou da Xuxa, Turma dos Sete, ZYB Bom, etc...

contatootempopassa@gmail.com | facebook.com/otempopassa | instagram.com/otempopassa

26 de dez de 2009


A Corrida Maluca

Direção: Joseph Barbera e William Hanna.
Ano de Produção: de 1968 a 1972.
Cores.
Companhias Produtoras: Hanna-Barbera.
Elenco (Vozes): Daws Butler.

Em 1968 a rede norte-americana CBS teve a estréia de uma série animada que marcaria época: Wacky Races (no Brasil, Corrida Maluca).
Inspirados em dois longas-metragens que fizeram sucesso em 1965, A Corrida do Século (The Great Race, de Blake Edwards) e Esses Homens Maravilhosos com Suas Máquinas Voadoras (Those Magnificent Men in Their Flying Machines, de Ken Annakin), Jerry Eisenberg e Iwao Takamoto criaram para os estúdios Hanna-Barbera um novo conceito. Em vez de um personagem central e seus amigos e inimigos, ou um pequeno grupo de personagens principais, a série Corrida Maluca trouxe mais de vinte protagonistas, todos praticipantes de uma louca corrida onde valia tudo, menos perder.
Onze carros (se é que podemos chamar de carros aquelas engenhocas) disputavam o primeiro lugar em cada corrida. O veículo de número 00 trazia um inesquecível par de vilões, Dick Dastardly (Dick Vigarista) e seu cãozinho Muttley (que inicialmente se chamava Sniffer). Sempre inventando complicados planos para colocar os outros competidores fora da corrida, Dick invariavelmente se dava mal. Seu carro foi o único a nunca vencer uma das 34 provas da série, que foi produzida até 1970.
Os outros dez competidores alternavam-se nas vitórias. O carro número 1 era pilotado pelos irmãos Rock e Gravel, peludos homens das cavernas. O cupê mal-assombrado, número 2, levava personagens que pareciam saídos da Família Adams. O professor Pat Pending (um trocadilho com "patente em fase de aprovação") conduzia um veículo multitarefa que era barco, avião e automóvel, com o número 3. Outro híbrido, meio carro, meio avião da primeira guerra mundial (com metralhadoras e tudo), tinha o número 4 e era pilotado pelo Barão Vermelho. Uma das favoritas da torcida vinha no carro número 5 com seu batom e pó-de-arroz: Penelope Pitstop (Penélope Charmosa). Atrás dela, com o número 6, tínhamos uma mistura de tanque de guerra e rolo compressor, controlada pelo soldado Meekley e seu sargento gordinho, no que parecia ser uma homenagem ao Recruta Zero e ao Sargento Tainha. No carro número 7 escondia-se uma quadrilha de sete gangsters anões, liderada pelo baixinho Clyde. Diretamente do Arkansas, vinha o caipira Luke e seu urso de estimação a bordo do carro número 8. O galã da corrida, Peter Perfect (Peter Perfeito) vinha no possante número 9. E fechando a lista, com o número 10, um carro de madeira e rodas de serra pilotado pelo lenhador Rufus Ruffcut e seu amigo castor.
Corrida Maluca gerou outras séries animadas protagonizadas pelos seus personagens de mais sucesso. Dick Vigarista e Muttley estrelaram Dastardly and Muttley in their Flying Machines, agora a bordo de um avião mas ainda usando métodos sujos para atingir seus objetivos. Penélope Charmosa e a turminha de mini-gângsters (agora com um carro novo, o Chugga-boom) foram para The Perils of Penelope Pitstop, onde a jovem herdeira era perseguida por um caça-fortunas traidor.
A história girava em torno de um grande enduro disputado por onze carros, pra lá de estranhos, com pilotos mais esquisitos ainda. O veículo de número 00 trazia um inesquecível par de vilões, Dick Vigarista e seu cãozinho Muttley. Sempre inventando complicados planos para colocar os outros competidores fora da corrida, Dick invariavelmente se dava mal. Seu carro foi o único a nunca vencer uma das 34 provas da série, que foi produzida até 1970.
Os outros dez competidores alternavam-se nas vitórias. O carro número 1 era pilotado pelos irmãos Rock e Gravel, peludos homens das cavernas, parecidíssimos com o Capitão Caverna. O cupê mal-assombrado, número 2, levava personagens que pareciam saídos da Família Adams. O professor Pat Pending (um trocadilho com "patente em fase de aprovação") conduzia um veículo multi-tarefa que era barco, avião e automóvel, com o número 3. Outro híbrido, meio carro, meio avião da primeira guerra mundial (com metralhadoras e tudo), tinha o número 4 e era pilotado pelo Barão Vermelho. Uma das favoritas da torcida vinha no carro número 5 com seu batom e pó-de-arroz: Penélope Charmosa. Atrás dela, com o número 6, tínhamos uma mistura de tanque de guerra e rolo compressor, controlada pelo soldado Meekley e seu sargento gordinho, no que parecia ser uma homenagem ao Recruta Zero e ao Sargento Tainha. No carro número 7 escondia-se uma quadrilha de sete gângsteres anões, liderada pelo baixinho Clyde. Diretamente do Arkansas, vinha o caipira Luke e seu urso de estimação a bordo do carro número 8, bem a estilo Família Buscapé. O galã da corrida, Peter Perfeito, vinha no possante número 9. E fechando a lista, com o número 10, um carro de madeira e rodas de serra pilotado pelo lenhador Rufus Ruffcut e seu amigo castor.
Corrida Maluca gerou outras séries animadas protagonizadas pelos seus personagens de mais sucesso. Dick Vigarista e Muttley estrelaram Dastardly and Muttley in their Flying Machines, agora a bordo de um avião mas ainda usando métodos sujos para atingir seus objetivos. Penélope Charmosa e a turminha de mini-gângsters (agora com um carro novo, o Chugga-boom) foram para The Perils of Penelope Pitstop, onde a jovem herdeira era perseguida por um caça-fortunas traidor.
Mas afinal, quem era o melhor piloto na Corrida Maluca? A Quadrilha da Morte, o Caipira Luke e seu urso, Penélope Charmosa e Peter Perfeito ganharam 4 corridas cada um. Já o Barão Vermelho, os Irmãos Rocha, o Cupê mal-assombrado, o Professor Aéreo, Rufus Lenhador e o Soldado Meekly junto com Sargento Bombarda levaram 3 corridas cada. Dick Vigarista e Muttley, tentaram e trapacearam, mas nunca ganharam uma só corridinha.


Vídeos | Compre o DVD

InfanTV


0 comentários:

Postar um comentário


Ta ficando velho... Hein!!!

Meu Amigo(a), você que fez parte da geração anos 70, 80 e 90, não deixe que nossas lembranças sejam esquecidas!!!

Clique Aqui e Indique/Recomende este Site para seus Amigos(as), e deixe que eles também voltem ao passado e se divirtam!!!

Gostou dessas Lembranças? Então "Clique Aqui" e comente, deixe seu Recado no nosso Livro de Visitas.


Custom Search