<<< Ta ficando velho... Hein!!! <<< Meu Amigo(a), você que fez parte da geração anos 2000, 90, 80, 70... não deixe que nossas lembranças sejam esquecidas!!! <<< Indique/Recomende este Site para seus Amigos(as), e deixe que eles também voltem ao passado e se divirtam!!! <<< Participe de nosso Fórum de discussão, em nosso Site/Comunidade no Facebook postando suas fotos e vamos relembrar, com outros internautas, nossas lembranças!!! <<< Assine também nosso Livro de Visitas e deixe seu Recado. <<< BOA NAVEGAÇÂO !!!

Vamos relembrar: Armação Ilimitada, Agente G, Arca de Noé, Arrelia, Balão Mágico, Bambalalão, Bozo, Capitão Furacão, Casa de Brinquedo, Capitão Aza, Cocoricó, Cometa Alegria, Curumim, Crush, Comandos em Ação, Circo Bombril, Do Ré Mi Fá Sol Lá Simony, Domingo no Parque, Doutor Cacareco, Falcon, Fuzarca & Torresmo, Garoto Juca, Gente Inocente, Gincana Kibon, Globinho, Globo Cor Especial, Gurilândia, Propaganda do " meu 1º sutiã ", Clube da Criança, Pirucóptero, Amendocrem, Biscoitos Monstrinhos Creck, Grupo Metrô, Hugo Game, Ciclone, Magazine, Lupu Limpim Clapla Topo, Mariane, João Penca e seus Miquinhos Amestrados, Ferrugem, Aracy de Almeida, Palhaços Atchim e Espirro, Cometa Halley, Álbuns de figurinhas do Amar é, Revistas de pintar com água, He-man, Thundercats, Viva Noite, Fofão, Jaspion, Changeman, Espectroman, Jiraiya, Sharivan, Sinhozinho Malta, Chips, Filmes do Jerry Lewis, Tênis M2000, Montreal, Ki-Chute, Iate, OP, Cairê, Mini-engradados de Coca Cola, Caloi 10, Canetas de 10 cores, Ferrorama, Autorama, PogoBall, Geleca, Creme Rugol, Loira do banheiro no Colégio, Glub Glub, Plunct Plact Zuum, Rá Tim Bum, Zas-Trás, Topo Gigio, Show Maravilha, Teatrinho Trol, Tia Gladys, Tv Colosso, Uni Duni Tê, Vila Sésamo, Xou da Xuxa, Turma dos Sete, ZYB Bom, etc...

contatootempopassa@gmail.com | facebook.com/otempopassa | instagram.com/otempopassa

4 de abr de 2010


29 de junho de 1971 — A tragédia da Soyuz

Jornal do Brasil: A tragédia da Soyuz

Os cosmonautas Georgi Dobrovolski, Vladislav Volkov e Viktor Patsayev, que estavam em órbita da Terra na estação Salyut-1 por 42 dias, foram encontrados mortos nos assentos da cápsula Soyuz-11 pela equipe de resgate soviética. Os cosmonautas retornaram à Terra depois de terem cumprido todos os objetivos da missão. A Soyuz-11 desceu suavemente no local predeterminado, mas quando foi a escotilha da nave foi aberta os tripulantes estavam "sem sinal de vida".
As mortes foram provocadas por falha da válvula que deveria controlar a pressurização dentro da cabine durante a reentrada na atmosfera. Devido ao defeito todo o oxigênio do interior da nave escapou e os tripulantes foram asfixiados. Os cosmonautas haviam batido o recorde de permanência no espaço, que se manteve até a missão americana Skylab 2, em maio de 1973.

A partir de estudos realizados depois da tragédia os técnicos soviéticos concluíram que os astronautas deveriam usar trajes conectados a um sistema de emergência pronto para responder a uma perda de pressão durante a reentrada na atmosfera ou decolagem. A Soyuz foi redesenhada para transportar apenas dois cosmonautas. O espaço extra seria usado pela dupla para vestir os trajes espaciais.

O início do programa foi problemático. Os russos começaram a projetar a Soyuz depois do discurso do presidente John Kennedy, em 1961, anunciando que os americanos iam enviar homens à Lua antes do final da década. A ideia era derrotar os americanos e chegar à Lua em 1968. A primeira missão de teste seria realizada em abril de 1967.

Duas Soyuz seriam lançadas no intervalo de poucas horas. A Soyuz 1 levaria o cosmonauta Vladimir Komarov e a Soyuz 2 seria tripulada por Valery Kubasov, com mais dois tripulantes a bordo. A nave que subiu com Komarov não abriu um dos painéis solares e o sistema de orientação também apresentou defeitos.

O lançamento da Soyuz 2 então foi cancelado e os técnicos tentaram trazer de volta o cosmonauta. Entretanto o sensor de altitude falhou, o paraquedas principal não se abriu. Komarov morreu quando o paraquedas de reserva também falhou e a nave se espatifou no solo.

Marcos Pontes viajou na Soyuz
O primeiro astronauta brasileiro, Marcos Pontes, viajou a bordo da nave Soyuz em companhia do cosmonauta russo Pavel Vinogradov e do americano Jeffrey Williams, em março de 2006. A Soyuz de Marcos Pontes foi a última versão do mesmo modelo usado em 1967.

A missão da década de 60 fracassou, mas nave passou a ser o principal meio de transporte até a estação espacial internacional. A Soyuz decolou da base de Baikonur, no deserto do Cazaquistão, impulsionada por um foguete igual ao que lançou Iuri Gagarin, o primeiro homem a viajar para o espaço, em 1961.

O foguete, que lançou as Soyuz, tem um estágio superior mais comprido, e leva mais combustível do que o usado por Gagarin, já que a Vostok do primeiro cosmonauta só levava um tripulante, enquanto a Soyuz transportava três.


0 comentários:

Postar um comentário


Ta ficando velho... Hein!!!

Meu Amigo(a), você que fez parte da geração anos 70, 80 e 90, não deixe que nossas lembranças sejam esquecidas!!!

Clique Aqui e Indique/Recomende este Site para seus Amigos(as), e deixe que eles também voltem ao passado e se divirtam!!!

Gostou dessas Lembranças? Então "Clique Aqui" e comente, deixe seu Recado no nosso Livro de Visitas.


Custom Search