<<< Ta ficando velho... Hein!!! <<< Meu Amigo(a), você que fez parte da geração anos 2000, 90, 80, 70... não deixe que nossas lembranças sejam esquecidas!!! <<< Indique/Recomende este Site para seus Amigos(as), e deixe que eles também voltem ao passado e se divirtam!!! <<< Participe de nosso Fórum de discussão, em nosso Site/Comunidade no Facebook postando suas fotos e vamos relembrar, com outros internautas, nossas lembranças!!! <<< Assine também nosso Livro de Visitas e deixe seu Recado. <<< BOA NAVEGAÇÂO !!!

Vamos relembrar: Armação Ilimitada, Agente G, Arca de Noé, Arrelia, Balão Mágico, Bambalalão, Bozo, Capitão Furacão, Casa de Brinquedo, Capitão Aza, Cocoricó, Cometa Alegria, Curumim, Crush, Comandos em Ação, Circo Bombril, Do Ré Mi Fá Sol Lá Simony, Domingo no Parque, Doutor Cacareco, Falcon, Fuzarca & Torresmo, Garoto Juca, Gente Inocente, Gincana Kibon, Globinho, Globo Cor Especial, Gurilândia, Propaganda do " meu 1º sutiã ", Clube da Criança, Pirucóptero, Amendocrem, Biscoitos Monstrinhos Creck, Grupo Metrô, Hugo Game, Ciclone, Magazine, Lupu Limpim Clapla Topo, Mariane, João Penca e seus Miquinhos Amestrados, Ferrugem, Aracy de Almeida, Palhaços Atchim e Espirro, Cometa Halley, Álbuns de figurinhas do Amar é, Revistas de pintar com água, He-man, Thundercats, Viva Noite, Fofão, Jaspion, Changeman, Espectroman, Jiraiya, Sharivan, Sinhozinho Malta, Chips, Filmes do Jerry Lewis, Tênis M2000, Montreal, Ki-Chute, Iate, OP, Cairê, Mini-engradados de Coca Cola, Caloi 10, Canetas de 10 cores, Ferrorama, Autorama, PogoBall, Geleca, Creme Rugol, Loira do banheiro no Colégio, Glub Glub, Plunct Plact Zuum, Rá Tim Bum, Zas-Trás, Topo Gigio, Show Maravilha, Teatrinho Trol, Tia Gladys, Tv Colosso, Uni Duni Tê, Vila Sésamo, Xou da Xuxa, Turma dos Sete, ZYB Bom, etc...

contatootempopassa@gmail.com | facebook.com/otempopassa | instagram.com/otempopassa

27 de out de 2011


Morre no Rio o comentarista esportivo Luiz Mendes aos 87 anos

Segundo hospital, radialista tinha leucemia linfocítica crônica.
Ele estava internado no CTI desde o dia 18 de outubro.


Do G1 RJ



O comentarista esportivo Luiz Mendes morreu na manhã desta quinta-feira (27), aos 87 anos, após complicações decorrentes de uma leucemia linfocítica crônica, como informou a assessoria do Hospital São Lucas, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, onde estava internado desde o  dia 18 de outubro, no Centro de Tratamento Intensivo (CTI).
O radialista narrou fatos marcantes da história do futebol brasileiro, como a final da Copa de 1950, no Rio, quando o Brasil perdeu a final para o Uruguai, no episódio que ficou conhecido por "Maracanazo", e a Copa do Mundo de 1958, a primeira das cinco conquistadas pela seleção brasileira, na Suécia.
A Rádio Globo prestou uma homenagem ao radialista, com uma seleção de áudios de Luiz Mendes, que pode ser ouvida na internet. O site da rádio ressaltou ainda que, em mais de 70 anos de profissão, Luiz Mendes foi o único brasileiro a narrar a final de Copa do Mundo de 1954, na Suíça.
Vida dedicada ao jornalismo esportivo
No livro "Minha gente - Luiz Mendes, o mestre da crônica esportiva do Brasil" (editora 7 Letras), a jornalista Ana Maria Pires narra a trajetória do radialista em 70 anos de carreira, desde o início como locutor de um serviço de auto-falante na cidade de Ijuí (RS), passando pela contratação pela Rádio Globo do Rio, no final de 1944, o casamento com a atriz Daisy Lúcidi, uma estrela das radionovelas nos anos 50, e suas experiências de cobertura 'in loco" de 13 copas do mundo de futebol.
Em depoimento no livro, Mendes descreve sua narração no famoso gol do Uruguai. "Eu próprio fiquei tão perplexo na hora do gol, que dei nove inflexões diferentes ao gol. Eu fui narrando normalmente, “Gol do Uruguai!”. Depois, Gol do Uruguai? Gol do Uruguai, senhores! Gol do Uruguai... Gol do Uruguai... E fui assim, trocando de inflexão, até chegar à nona. Acho que fiz aquilo para despertar a mim mesmo e começar a falar como havia sido o gol, o que tinha acontecido e o que poderia acontecer, pois faltavam poucos minutos para o final da partida. Naquele momento, senti que a Copa do Mundo estava indo embora como água que corre pelos vãos dos dedos, algo que não se consegue segurar. O sentimento era cristalino. (...) Foi uma coisa terrível", diz o radialista em trecho do livro.
Na obra, Mendes descreve também sua maior alegria com o futebol. "A cobertura da conquista da primeira Copa do Mundo pela seleção brasileira, em 1958, na Suécia, foi a emoção mais forte que vivi em minha vida profissional. Tanto que meus olhos se encheram de lágrimas tão logo gritei “Brasil, Campeão do Mundo de 1958.” Como dizem por aí, a primeira vez a gente nunca esquece!"
Além da Rádio Globo, Luiz Mendes trabalhou também na Rádio Farroupilha,TV Rio, TV Globo, Rádio Continental, TV Educativa e TV Tupi e escreveu quatro livros sobre futebol: "As Táticas do Futebol Brasileiro - Da Pelada à Pelé (1963), "As Táticas do Futebol (Antigas e Atuais) (1979),  "Futebol Regras e Táticas (1979) e "Sete (7) Mil Horas de Futebol" (1999).


0 comentários:

Postar um comentário


Ta ficando velho... Hein!!!

Meu Amigo(a), você que fez parte da geração anos 70, 80 e 90, não deixe que nossas lembranças sejam esquecidas!!!

Clique Aqui e Indique/Recomende este Site para seus Amigos(as), e deixe que eles também voltem ao passado e se divirtam!!!

Gostou dessas Lembranças? Então "Clique Aqui" e comente, deixe seu Recado no nosso Livro de Visitas.


Custom Search